terça-feira, 12 de outubro de 2010

ORIGAMI COMO INSTRUMENTO FACILITADOR DA APRENDIZAGEM


Fabrícia Moraes

A arte milenar japonesa de dobrar papel, o origami, nos oferece a possibilidade de representar várias figuras por meio desta técnica. Além de ser uma atividade com fins terapêuticos indiscutíveis, também pode ser utilizada como um rico auxiliar educativo. A partir do origami várias habilidades podem ser trabalhadas e estimuladas, assim como: a criatividade, imaginação, habilidades motoras, concentração, paciência, atenção, senso de organização, etc.

É necessário citar que o origami também nos possibilita trabalhar diversos conteúdos escolares, tornando desta forma as aulas mais atrativas e prazerosas para os alunos! A seguir, veremos algumas idéias de como trabalhar o origami com algumas disciplinas escolares e seus respectivos conteúdos:

Em história: pode-se utilizar o origami como gancho para realizar um estudo do surgimento da arte e das técnicas desenvolvidas, e como as mesmas não se perderam ao longo do tempo; abordar assuntos históricos do origami, inclusive associando as guerras em que o país esteve envolvido, os prejuízos que sofreram com a bomba atômica, etc.

Em geografia: trabalhar os aspectos físicos do país, além de mostrar as mutações sofridas ao longo dos anos, traçando paralelos com o Japão de hoje.

Em ciências: tratar os problemas sociais sobre meio ambiente e preservação, afinal, a celulose que dá origem ao papel é extraída das árvores. É necessário que se faça um trabalho de conscientização da preservação da natureza. Além disso, muitas imagens criadas no origami estão relacionadas a elementos da natureza, como plantas e animais.

Em língua portuguesa: podem ser desenvolvidos os trabalhos de pesquisa, com avaliações acerca dos textos elaborados pelos alunos, atribuindo-lhes a responsabilidade pela gramática, ortografia e sequência lógica dos relatos. O professor pode propor também redações onde os alunos relatem o que estão trabalhando em cada disciplina, deixando espaço para as opiniões pessoais.

Em matemática: podem ser trabalhados os conceitos de geometria, reta, linearidade, pontos, vértices e, se os alunos foram de séries mais avançadas, é possível trabalhar ângulos e axiomas, propostos em estudos feitos pelo matemático Humiaki Huzita, mais conhecidos como axiomas Huzita-Hatori.

aprenda agora algumas técnicas de origami!!!

Origami de Tsuru

você também pode acompanhar o vídeo da montagem passo a passo do origami de tsuru neste endereço  
http://www.comofazerorigami.com.br/origami-de-tsuru/

Origami de Envelope Simples



Origami de Rosto de Cachorro

 Origami de Cisne

 

Origami de Coração

 

2 comentários:

Miguel Kagado disse...

olá. Meu nome é Maick. Sou oficineiro e tenho como prática frequente o uso do origami como mediador de estimulos de aperfeiçoamento da aprendizagem.
Estou escrevendo um trabalho sobre origami e autismo, mas não encontro artigos que trabalhem o origami nessa perspectiva.
Se você puder me ajudar ficarei agradecido. Faça uma visita no meu Blog. Diga o que acha.

Meu email é: maickcristian@hotmail.com

Meu Blogspot é:
maickcristian.blogspot.com

Anônimo disse...

Olá. Meu nome é Maick. Sou oficineiro e tenho como prática comum a utilização da técnica origami nos meus trabalhos. Estou escrevendo um trabalho sobre origami e autismo e não encontro artigos relacionados que falem de origami e estimulos de aprendizagem. Poderia indicar-me algum artigo ou outros. Visite o meu blog e diga o que acha.

Email: maickcristian@hotmail.com

Blog: maickcristian.blogspot.com.br